22 fevereiro 2017

De ser feliz jamais desisto



O brilho que dizes ver em meus olhos
É reflexo da doçura que brota dos teus
E se por vezes neles vês um rio
É porque sem ti não vivo, apenas existo...
Por isso não estranhes quando digo
Que é de sombras este caminho que sigo
E só porque acredito que mereço
De ser feliz jamais desisto!


22/02/2017
Joaquim Antero Oliveira