25 outubro 2014

Por nós a conspirar


Vou pintar um sonho
Com versos que não escrevi
Aqueles que somente,
A pensar, me atrevi!
E se daí, um poema resultar
É porque muito mais houve 
Que uma simples brisa...
Por nós a conspirar!


25 / 10 2014
Joaquim Antero Oliveira

Dueto escrito a viver

Joaquim Antero Oliveira

Diz-me que luas te vestem
E em que mares navegaste
Diz-me o aroma dos teus lábios
E as brisas do teu coração
Mostra-me o horizonte
Que hei-de navegar
Ou então, faz-me sonhar!
Escreve o que meus dedos não ousam...
E completa esta ânsia de ser...
Melodia que todos ouçam
Num dueto, escrito a viver!


25/10/2014
Joaquim Antero Oliveira

13 outubro 2014

Teus olhos a sorrir



Quando chega a noite tão serena, 
Finalmente fico em paz... 
Mas preciso escutar a tua voz!
E para ser plena, essa paz...
Era preciso cortar o silêncio
Entre nós!
Mas não cortarei as flores no jardim...
Regalas-ei para que floresças para mim!
E um dia quando o sol nascer
E meus olhos abrir
Terei, se o merecer
Teus olhos a sorrir!


12/10/2014
Joaquim Antero Oliveira