21 novembro 2013

É Dentro do meu coração

354d291988f0c50a630f12ctd0

 

Tantas vezes te chamei,

Sem teu nome saber…

Outras tantas te olhei,

Não te podendo ver…

Agora que teu nome já sei

E onde estás a florescer…

Posso parar de divagar

E escrever-te uma canção.

Pois onde te vou encontrar,

É dentro do meu coração!


21/11/2013


Joaquim Antero Oliveira

19 outubro 2013

Teus olhos

 

 1263252365909

 

Teus olhos são a luz,

na madrugada dos meus dias…

Teus lábios a flor,

que exala o perfume do coração…

E os meus olhos, se inundam d`alegria…

Sempre que se entrelaça,

na minha,  a tua mão!

Autoria:

Joaquim Antero Oliveira

27 agosto 2013

Do outro lado da rua…

 

1167347_528423490571919_376090046_o

Do outro lado da rua,

Está um destino indesejado...

E a verdade nua e crua,

É que não pode ser contornado...

Mas o destino não é o fim,

É um caminho a percorrer...

E lutar... Isso sim!

É que nos faz crescer...

 

Autoria:

Joaquim Antero Oliveira

13 julho 2013

Felicidade...

 

 

1074270_505202299560705_1510551951_o

No azul do céu que se perdeu

Reina um cinzento desmaiado

Mas a esperança não morreu...

Naquele amanhecer, abençoado!

A brisa silenciosa que m'invade

Dá fôlego ao meu viver...

Tal como teu canto, ao entardecer

Me devolve, íntegro à realidade!

Pois saudade não é viver

Nem a vida é sonhar...

Mas felicidade é poder ser...

Conjugação do verbo AMAR!


 

Autoria:

Joaquim Antero Oliveira

13 junho 2013

Não me ames...

1015537_490999247647677_1611480363_o
 
 
Não me ames, pelo que escrevo...
Nem, tão pouco pelo meu sorriso...
Ama-me, somente, se sentires,
Minh`Alma abraçar a tua!
E se meus passos ladearem os teus,
Mesmo em dias cinzentos...
É porque muito mais que tu ou eu...
Existe um "NÓS" abençoado por Deus!

Autoria:
12/06/2013
Joaquim Antero Oliveira


01 junho 2013

A forma mais pura

 
Foto0210
 

 
Levas meus sonhos todas as tardes,
Quando no horizonte, te vais deitar...
Mas deixas a esperança redobrada,
Num novo, e mais feliz, despertar...

Levas também a luz que me aquece,
Pra dar lugar, à Lua, na noite escura
Mas é por isso que a vida, floresce,
Nos sonhos, da forma mais pura!

Autoria:
01/06/2013
Joaquim Antero Oliveira

01 maio 2013

A brisa do meu contentamento

gotasdocore

 

Meus dedos caminham divagando

Pelos labirintos do pensamento.

Tantas vezes perdidos no lamento,

Sentido, que vira pranto…

Outras tantas, feliz e sonhando

Que transpiram sentimento…

E em cada verso, em cada canto

Desnudo, com esse, teu encanto

A brisa do meu contentamento…

 

01/05/2013

Joaquim Antero Oliveira

08 fevereiro 2013

Senhora do Mar

Foto0124

 

Todas as brisas me recordam o mar...

Todas as ondas me fazem sonhar...

Todos os sonhos ao despertar...

Falam de ti, Senhora do Mar!

Todos os versos que ouso escrever...

Todas as palavras que não ouso dizer...

Todos são, silêncios de morrer...

Ou esperança em renascer!

02/02/2013

Joaquim Antero Oliveira