10 março 2012

O perfume

 

rosas

Abri, minha janela, ao amanhecer

No horizonte reinava o sol nascente

Senti um perfume de rosas docemente

Na brisa, que parecia, Primavera acontecer

Fechei os olhos, inspirei profundamente

O perfume que, inunda minh`alma de prazer

E escutando as aves, cantando alegremente

Suspiro pela alegria e a magia de viver

Autoria:
28/02/2012

 

J. Antero Oliveira