24 abril 2011

Para ti querida… Sempre viverei

Fadas_1102016384_3

 

Procuro na brisa a frescura

A doce, cor… do teu olhar

Essa mesma, branca, tão pura

Que apaga a dor e faz sonhar

 

Procuro, na noite, tão escura

Uma luz para te encontrar

Nem a Lua com sua brancura

Veio… para a noite iluminar

 

Tudo o que encontro é incerteza

Realidade que não quis sonhar…

Mas sempre, com melhor sonharei!

 

Ainda, que não encontre, a certeza

Ainda, que a luz, me possa faltar...

Para ti  querida… sempre viverei!

 

Autoria:

 

J. Antero Oliveira