05 março 2011

Renascer

voar

 

Na escuridão duma noite fria

Até a Lua se recusou aparecer

Preferiu, esperar pelo dia...

E nos braços da alvorada, florescer

 

Nessa escuridão, só uma luz irradia

Da esperança, num novo amanhecer

Na certeza, que é do amor, a magia

Que me faz, pelos sonhos, renascer!

 

Autoria:

J. Antero Oliveira