27 novembro 2010

Sou feliz

 

borboleta

 

Sou feliz porque vejo ao longe

Uma gaivota voando sobre o mar

Sou feliz porque ontem e hoje

Vivi simplesmente para te amar

 

Sou feliz porque me sinto a voar

Entre os sonhos e a realidade

Sou feliz porque me quero doar

Nesta vida para a eternidade

 

Sou feliz porque em mim existe

Uma doce lembrança que persiste

Em dar-me coragem para lutar

 

Sou feliz porque tu existes!

Mesmo quando não me ouvistes

Mesmo quando estou a sonhar!

 

 

Autoria:

J. Antero Oliveira