04 setembro 2010

Aquele olhar

 
Cat that walks itself
 
 
Meus olhos, fechados, navegam
Com a brisa, sobre o mar
Quando se abrem, te entregam
O meu mais doce olhar
 
Aquele olhar...
Que te revelou, um dia
Aquilo que eu não sabia
Como te falar
 
E que sem querer encontrou
No brilho do teu olhar
O fascínio que me encantou
E na vida, me fez acreditar
 
A cada novo dia que passa
Algo maior guardo de ti
É presença, é lembrança
É a certeza de ter-te aqui
 
Num recanto, no meu todo
Na alma e no coração
É felicidade este pranto
Destes olhos com emoção
 
Ao longo das margens
Deste mar de emoções
Florescem as passagens
Que unem nossos corações
 
 
 
Autoria:
 
J. Antero Oliveira