07 agosto 2010

Um pedaço de mim

addslu
 

Entre o sol e a lua, existem:

Dias e noites, memórias sem fim;

Páginas de vida, sentidas de alguém

E sonhos... que não cabem em mim

 

A distância, que os separa, está além

Do efémero, algures entre princípio e fim

É um vazio, de todos e de ninguém...

Espaço onde, guardo um pedaço de mim!

 

Um pedaço que, já não é meu...

É teu, querida, e também

De quem, de ti floresceu!

 

Floresceu, de ti, de mim...

Com a infinita luz do além

Que criou, este amor, sem fim.

 

 

Autoria:

J. Antero Oliveira