27 julho 2010

Em memória de ti…

605704476

 

Pela manhã, ao despertar

Meus pensamentos vagueiam

Pelos caminhos que percorremos...

Meus olhos procuram teu olhar

E tristes, lágrimas semeiam

Sabendo que não mais seremos

Como as infinitas ondas desse mar

Que se enrolam e desmaiam

Nas areias, onde as recebemos,

Mas sempre se voltam a formar,

Para que, nelas, todos leiam

Aquilo que fomos e vivemos!

Para longe, partiste, mas perto, ficaste

Um pouco de ti, me deixaste

E de mim, quase tudo levaste...

Muitos dias nascerão, com sois brilhantes

Muitas noites virão, com estrelas reluzentes

Muitas brisas refrescarão este mundo

Muitas mágoas se apagarão lá do fundo

Mas a memória de ti será minha companheira

Hoje, amanhã e sempre!

Autoria:

J. Antero Oliveira